Copy
Ler este e-mail no browser.

#21 One more time with feeling

Tiago Fortuna

Olá, sejam bem-vindos de volta! 

Abre-se hoje um novo ciclo de mais sete episódios de NUCLEAR. Agora, passo a assinar a newsletter na primeira pessoa, porque a verdade é que todas as escolhas aqui destacadas me marcaram, de alguma forma, pessoalmente. Construí este episódio entre dois pólos: sabendo que queria começar com Nick Cave e terminar com Madonna. Uma edição que viaja pelo luto e pela dor até chegar à liberdade, com toda a perseverança necessária pelo meio. Espero que o sintam ao ouvir as canções escolhidas.

É central a carta assinada pela jornalista Ana Ventura, publicada em 
culturanuclear.pt , e que versa sobre a sua relação com Madonna, sob o título: “Duas loiras e uma escova de cabelo”. É um bonito testemunho sobre aquilo que a obra de um artista representa para nós, como pode estimular o nosso crescimento e marcar a nossa identidade.

Além de Madonna e Nick Cave, este episódio conta com temas na sua banda-sonora de Rita Vian, The National, Christine and The Queens e George Michael. Novo episódio já disponível para escuta nas principais plataformas de streaming!

Ouvir episódio
Capa: Ben Smith

NUCLEAR é um podcast sobre energia cultural onde se pensa e fala sobre diversas artes, mas, sobretudo, ouve-se música. Existe tanto espaço para dançar como para chorar, tomando abrigo na liberdade que a cultura nos dá. 

CARTAS: "Duas loiras e uma escova de cabelo" por Ana Ventura

Ler Carta completa

"Se há figura completamente transversal na minha vida – no meu crescimento, na minha descoberta na música, no meu vislumbre existencial –, essa figura é Madonna.

“Don’t go for second best”, “express yourself, don’t repress yourself” (...). Frases como estas, espraiadas pelas suas canções, mostram que a pop pode ser o veículo perfeito para uma mensagem de poder, de determinação, de conquista. Até Madonna, nunca a mulher foi vista de tal forma independente (mesmo que, depois, as suas travessias pessoais provassem que ela é tão vulnerável quanto todas nós, de coração partido, de relógio biológico aos berros, de total devoção na sua bizarra incursão pela sociedade britânica). Até Madonna, não se falava de sexo sem pudor, como se a sexualidade fosse um fruto podre do qual não devíamos provar. Até Madonna, a igualdade podia ser um objectivo mas havia uns mais iguais do que outros. Até Madonna, uma mulher podia ambicionar fazer a diferença mas não podia falar demasiado alto, ser assertiva ou opinar demais. Até Madonna, nós, mulheres, nascíamos, crescíamos, vivíamos e morríamos dentro dos mesmos parâmetros imutáveis, imunes a qualquer mudança ou reinvenção. Madonna permitiu-nos isso tudo." 

Foto: Direitos Reservados

Falar de Ana Ventura é falar de música. Passou pelo jornal e revista BLITZ, é presença assídua nos canais da SIC e criou o M de Música, antes de se lançar, como autora, à edição dos dois volumes da autobiografia dos Xutos & Pontapés e, mais recentemente, a Ao Vivo, a biografia de Magazino. Mas falar de música também é falar de Ana Ventura, leitora voraz de livros, consumidora frenética de documentários e dependente (assumida) de concertos.

VER

“Ironically, the song is perhaps my favorite pop expression of the idea of interdependence – that we all cooperate in large and small ways to forgive and understand and therefore enable each other's individuality.” - Linda Holmes, NPR

“Freedom! ‘90”, o icónico vídeo de George Michael. O New York Times fez uma retrospectiva da realização deste portento documento pop, pode ser lida aqui. A MTV, após a morte do artista, publicou este excelente artigo que reflecte sobre o seu impacto na comunidade gay.
 

“One More Time With Feeling”, o documentário que acompanha a gravação de “Skeleton Tree” de Nick Cave & The Bad Seeds.

LETRA

Há por aí 
Uma versão alternativa de mim
Em que eu com os meus mil braços 
Termino os abraços 
Em que me perdi

“HPA” (Rita Vian, 2021)

Spotify
Website
Email
Parceira de Comunicação:
Subscrever esta newsletter
www.culturanuclear.pt

Copyright © 2021
Tiago Fortuna
All rights reserved



You can update your preferences or unsubscribe from this list.






This email was sent to <<Email Address>>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
NUCLEAR · Rua Venancio Da Costa Lima 121 · Quinta Do Anjo 2950-701 · Portugal

Email Marketing Powered by Mailchimp